Num relacionamento, a química é algo muito importante. E, embora ninguém consiga senti-la mesmo, a verdade é que pode ser despertada com pequenas ações. Há quem confunda paixão ou atração com a química, mas tu encontras o verdadeiro significado quando sentes querer cada vez mais estar com a outra pessoa.

Um relacionamento é constituído por pequenas coisas que assume importância com o tempo, nomeadamente a confiança, a sinceridade, os objetivos comuns e a partilha. No teu relacionamento tens o básico, mas falta-te a química? Nós ajudamos-te a criar a química e/ou melhorar esse campo.

  1. Esteja atento a sua cara-metade
Para melhorar o seu relacionamento, o ideal é prestar atenção a tudo o que possa servir para se ligar ainda mais a ela, bem como a compreender melhor. Observe, atentamente, ao que ela fala, ao que ela faz, ao que ela deseja e, anote a sua linguagem corporal. Muitas vezes, a linguagem corporal passa despercebida, mas a verdade é que grande parte da nossa comunicação é corporal.

  1. Não sonhe nem idealize demasiado as coisas
Não sobrevalorize aquelas coisas insignificantes que somente podem causar mau-estar ao seu relacionamento. Opte por conversar para resolver mal entendidos que podem levá-lo a longas horas de pensamentos errados, longe da realidade. Caso tenha uma dúvida ou queira esclarecer alguma situação, pergunte! Não alimente ideias na sua cabeça que não correspondem a realidade. Afaste os maus pensamentos e os seus medos, pense nas coisas boas.

  1. Aproveite o tempo que estão juntos

Atualmente, existem imensas coisas que prendem a nossa atenção e que nos roubam tempo de qualidade. E, muitas vezes, quando estamos com a nossa cara-metade, não estamos de corpo e alma presentes naquele momento. Para melhorar o seu relacionamento, afaste os seus dispositivos móveis e concentre-se na pessoa que gosta imenso de si. Haverá outras alturas para conversar com os seus amigos ou estar no Facebook.

  1. Não faça comparações
Um dos principais erros para um relacionamento terminar prematuramente é fazer comparações com relações passadas ou situações vividas que lhe proporcionaram muita dor. A melhor forma de ultrapassar é valorizar o presente e esquecer o passado. Todas as pessoas são diferentes, umas das outras. E, só apostando no presente é que estará a lutar para criar um melhor futuro. Preocupe-se com aquilo que consegue controlar a sua volta e largue (completamente) tudo aquilo que já não consegue fazer nada.

  1. Converse sobre tudo
A comunicação é primordial no seu relacionamento. Não é com mentiras ou cliché que se resolvem as coisas. Aliás, sempre se ouviu dizer que é a falar que acabamos com os problemas. A comunicação é a chave para o sucesso do seu relacionamento, assim como a intimidade. Para tornar a vossa relação mais forte, descubra os medos, os desejos, os sonhos e as fantasias da outra pessoa. Seja um verdadeiro papagaio!

Quer realmente criar química ou melhorar o seu relacionamento? Aplique todas as nossas dicas e surpreenda-se com resultado! Se nunca tentar, nunca irá saber o que perdeu na sua vida. Depois não se arrependa!




Os sites de encontros permitem-lhe conhecer pessoas com relativa facilidade, e a partir daí talvez até construir algo mais significativo. No entanto, ainda que as oportunidades abundem, a realidade é que quantidade não é qualidade, e por vezes no meio de tanta gente disponível para conhecer pode tornar-se um pouco difícil determinar quem vale ou não a pena.

Conhecer a pessoa certa online pode parecer uma utopia. É um meio impessoal, que dificulta a exploração da verdadeira natureza das pessoas, cheio de conversas enfadonhas e repetitivas, que na maior parte das vezes não levam a lado nenhum. Contudo, encontrar alguém que se revele verdadeiramente especial através destes meios electrónicos não é, de todo, impossível. Mas é importante aprender a identificar os sinais de que encontrou realmente a pessoa certa, de modo a não deixar escapá-la caso um dia realmente se depare com ela num site de encontros.


Uma abordagem diferente

Uma pessoa diferente conseguirá, quase sempre destacar-se da multidão. Se a pessoa em questão teve uma abordagem fora do vulgar e tem atitudes e conversas que a destacam pela positiva de todas as outras pessoas com quem fala online, então é possível que este seja um sinal de que encontrou alguém que vale realmente a pena conhecer. Lembre-se que não anda à procura de algo banal, mas sim especial.

O mundo pára

Tem a sensação de que no momento em que fala com essa pessoa o mundo pára e a única coisa que interessa é a conversa que está a ter com ela? Consegue ficar horas a fio a teclar com essa mesma pessoa sem nunca sentir sequer vestígio de tédio? Isto é um sinal de encanto que pode vir a dar origem a algo ainda mais profundo. Se alguém tem este efeito em si, ainda que através da internet, não ignore nem menospreze o valor deste sentimento. Aproveite e marque um encontro, pois daqui poderá nascer exactamente aquilo que procura.

Sintonia 

Sente-se em sintonia com esta pessoa? Sente que a compreende na perfeição e ela a si? Partilha com ela gostos, teorias e filosofias de vida? Então deverá encarar isto como um sinal de que encontrou alguém com quem conviver regularmente pode vir a tornar-se maravilhoso. É importante sentir-se bem com quem está, e isso é impossível quando não existe sintonia entre o casal.

A melhor parte do seu dia

Pode acontecer que as interacções que  travamos com certas pessoas online se tornem uma parte muito importante do nosso quotidiano. E por vezes até a melhor. Se pensa muito nessa pessoa e sente que precisa da sua companhia diariamente para se sentir bem, então explore esse sentimento e faça os possíveis para conhecê-la.

Cumplicidade

Sente uma enorme facilidade em abrir-se com essa pessoa e contar-lhe tudo sobre si, apesar de não a conhecer pessoalmente? Já lhe revelou segredos que pouca gente ou mais ninguém sabe? Sente, inexplicavelmente, que ao falar com essa pessoa está a falar com um amigo de longa data com quem tem confiança para lhe contar absolutamente tudo? Se consegue retirar todos estes sentimentos de uma simples interacção virtual, é provável que tenha encontrado a sua cara metade, e por isso vale a pena conhecê-la pessoalmente.





As mulheres tendem a revelar-se muito mais selectivas do que os homens. A selectividade de uma mulher vai muito para além do aspecto físico e da personalidade, podendo valorizar factores como a profissão, vida social e até mesmo o vestuário. O vestuário é tão ou mais importante do que o físico. Por mais bem parecido que seja, se não demonstrar o mínimo de brio na forma como se apresenta, é bem provável que a primeira impressão que ela terá de si não seja particularmente favorável.

O primeiro encontro é uma ocasião particularmente sensível, uma vez que determinará se o contacto entre os dois terá ou não continuidade, daí ser tão importante causar a melhor impressão possível. Um dos aspectos que deverá ter mais em conta é o vestuário. As mulheres reparam imenso em pequenas coisas que passam completamente despercebidas aos homens, e uma delas é a roupa. Ainda que não exista um conjunto de roupa em particular que seja indicada para qualquer primeiro encontro, existem pequenas regras que, quando seguidas à risca, poderão ajudar a garantir que se apresenta de modo a causar uma boa impressão.

Apresente-se de um modo cuidado

Independentemente das peças de roupa que vestir, é importante que as mesmas tenham um aspecto cuidado. Idealmente, deverão estar muito bem limpas e correctamente passadas a ferro. Evite transmitir qualquer tipo de sinal de desleixo. Demonstre que se preocupa com a sua apresentação e escolha peças de roupa em bom estado, e de preferência de boa qualidade.

Invista no calçado

Qualquer mulher irá rapidamente reparar no seu calçado. É importante que escolha um calçado que se coadune bem com o estilo de roupa pelo qual tiver optado. Idealmente, deverá ter um par de sapatos ou sapatilhas com um aspecto novo e cuidado que possa utilizar em ocasiões especiais como esta. Evite levar sapatos gastos e/ou sujos, uma vez que isso não transmitirá a melhor das imagens a seu respeito.

Deixe a ousadia em casa

Se está a pensar em vestir algo muito extravagante, na esperança de causar impacto e marcar pontos pela diferença, o melhor é controlar-se. Sendo que ainda não a conhece bem e ainda não estabeleceu laços emocionais com ela, não corra riscos desta dimensão logo no primeiro encontro. Aposte na simplicidade e evite utilizar roupa ou adereços gritantes que possam atrair demasiada atenção, uma vez  que isso poderá até mesmo deixá-la desconfortável.

Demonstre alguma maturidade

Evite peças de vestuário que possam ser consideradas demasiado juvenis, a menos que ainda esteja na adolescência. Se for encontrar-se com uma mulher crescida, convém demonstrar alguma maturidade durante o primeiro encontro. Deixe as t-shirts dos power rangers em casa, pois por mais "cool" que lhe possam parecer, aos olhos de uma mulher que mal o conhece poderá ser encarado como um sinal de infantilidade, o que representa algo muito pouco atraente para a maioria das mulheres.

Aposte na simplicidade

Independentemente do estilo de vestuário que escolher, simplicidade ajudá-lo-á sempre a ganhar pontos. Aperaltar-se demasiado poderá fazê-lo parecer presunçoso, ou simplesmente demasiado desesperado para agradar, o que acabará por não se revelar muito atraente. Um certo relaxamento na forma de vestir pode conferir-lhe muito estilo, desde que seja feito com bom gosto e atenção ao aprumo.

Evite gorros e chapéus

Evite sempre ir de gorro ou chapéu para um encontro, a menos que o programa e o meio o justifiquem. Um cabelo bem cuidado contribuirá sempre para causar boa impressão, por isso aconselha-se que saia de casa com o cabelo muito bem tratado, pois esse é um dos detalhes nos quais as mulheres mais reparam.

Vista-se de acordo com a ocasião

Evite situações constrangedoras ao vestir-se muito formalmente para programas simples e mundanos, ou de um modo demasiado casual para programas de carácter mais distinto. Por outras palavras: se for ao cinema e ao Burger King, não vá de fato e camisa, e se for a um restaurante fino não vá de t-shirt e calções. Saber vestir-se de acordo com a ocasião é tão ou mais importante do que saber vestir-se bem.

Mostre-lhe quem realmente é

Ainda que um primeiro encontro exija a adopção de certos cuidados, também é muito importante não se tentar transformar em algo que nada tem a ver consigo. Se o vestuário escolhido para esta ocasião não reflectir a pessoa que você realmente é, o tiro poderá sair-lhe pela culatra, pois essas coisas não só se sentem, como eventualmente complicarão a relação, assim que ela se deparar com a verdadeira realidade da sua pessoa.



Preservar a integridade de uma relação é uma tarefa que se pode revelar extremamente difícil, uma vez que muitos são os obstáculos que se poderão manifestar  e contribuir para comprometer a estabilidade do relacionamento.No entanto, saber identificar alguns sinais de alarme é um passo importante no processo de prevenção contra certos factores que poderão destruir a sua relação. De seguida falaremos de 5 dos principais responsáveis pelo desenvolvimento de problemas numa relação, de modo a que comece a prestar mais atenção àquilo que necessita de fazer para não se deparar come estes problemas.

Pouco tempo a sós

Qualquer relação precisa de ser devidamente nutrida, e uma parte desse processo consiste, pura e simplesmente, em passar tempo a sós com a sua cara metade. E tempo a sós não significa simplesmente estarem na presença um do outro, mas cada um agarrado ao seu smartphone. Tempo a sós significa darem atenção um ao outro, conversar e olharem-se nos olhos. Assim que estes momentos se tornarem a raros, a relação começará a sofrer.

Falta de reciprocidade

Reciprocidade é um elemento muito importante em qualquer relação. Receber sem dar em troca contribuirá sempre para azedar as coisas e fará com que o sentimento se desvaneça. Se uma das partes falha em retribuir aquilo que recebe, então é provável que a relação esteja condenada ao fracasso. Esforce-se sempre para retribuir aquilo que recebe e nunca deixe a sua cara metade sentir que é ela a única a esforçar-se na relação.

Negativismo 

O negativismo pode manifestar-se de diversas formas, entre elas reclamações constantes, cinismo e abusos verbais. Isto é uma das piores coisas que podem acontecer numa relação e é algo que deverá tentar resolver o mais rapidamente possível ao aperceber-se da existência do problema.

Conflitos recorrentes

Conflitos são normais numa relação, mas se se tornarem muito recorrentes podem acabar por prejudicar seriamente a estabilidade da mesma. Discussões e disputas constantes, até mesmo em torno dos mais pequenos problemas, são meio caminho andado para uma relação fracassada. Se notar que este é um problema na sua relação, fale com o seu parceiro sobre o assunto e tentem moderar-se, caso contrário o relacionamento poderá ter os dias contados.

Incapacidade de adaptação 

Estar numa relação não significa ter sempre tudo à sua maneira. É importante saber ceder, adaptar-se, e por vezes até abdicar de certas coisas em função de outra pessoa. É isso que significa partilhar a sua vida com alguém. Se uma das partes, ou até mesmo ambas, se recusa a adaptar-se à outra, então a relação não terá qualquer tipo de futuro.



Comprovar a fidelidade do seu parceiro é uma tarefa que, por vezes, pode revelar-se extremamente difícil. Muitas vezes, tudo se baseia em confiança, mas a realidade é que confiança nem sempre constitui um reflexo exacto da realidade, e é bem possível andar a ser traído por alguém em quem confiava imenso. Existem sinais que a poderão ajudar a determinar o tipo de homem que tem a seu lado. Não representam uma ciência exacta, mas alguns deles têm fundamento em estudos científicos.

Ele demonstra que se sente amado

Se o seu parceiro der a entender que se sente amado e respeitado por si, é bem possível que não a ande a trair. Isto porque, ao contrário do que se costuma pensar, e de acordo com alguns estudos realizados sobre a matéria, a principal motivação por detrás de um acto de traição é a falta de afecto e não insatisfação sexual.

Ele é extrovertido

Contrariamente à crença popular, é mais provável um introvertido trair do que um extrovertido. Pelo menos, de acordo com os estudos realizados pela Universidade do Sul do Alabama. Extrovertidos tendem a ser mais abordados, assediados e tentados, pois costumam ter mais contacto com outras pessoas, mas parecem ser os introvertidos que aproveitam mais as as oportunidades de infidelidade que lhes aparecem. A falta de oferta contribui para que os introvertidos se sintam mais tentados a aproveitar as poucas oportunidades que têm de receber atenção de outra pessoa.

Ele vem de uma família numerosa 

Um estudo conduzido por um popular site de encontros online concluiu que pessoas sem irmãos apresentam uma probabilidade 33% mais elevada de virem a cometer um acto de traição do que aqueles que possuem irmãos.

Ele apresenta um fraco desempenho sexual

De acordo com um estudo publicado pelo jornal "Archives of Sexual Behaviour", homens que tenham problemas a nível de desempenho sexual, particularmente os que têm dificuldade em atingir a erecção, apresentam menores probabilidades de vir a trair a sua companheira. Portanto, se o seu companheiro tem um libido muito elevado e está sempre pronto para a brincadeira, o melhor é manter-se de olho aberto.

Ele inspira-lhe confiança

Ainda que as aparências iludam e frequentemente a nossa intuição nos pregue partidas, a realidade é que existem fortes indícios de que os homens que conseguem mais eficazmente transmitir uma imagem de fidelidade tendem, de facto, a ser mais fiéis. Isto, de acordo com estudos conduzidos pela universidade de Universidade Brigham Young. Portanto, se olhar para um homem e ele lhe parecer o tipo de pessoa que não trai, é bem provável que esteja certa.



Quase sempre um primeiro encontro determina o futuro de uma relação. Um primeiro encontro que não corra como esperado pode ser o suficiente para que um segundo encontro não chegue sequer a ser ponderado. Ainda que existam razões que, de facto, justifiquem essa postura, a realidade é que é comum as pessoas descartarem-se umas às outras com cada vez mais facilidade, o que em muito tem a ver com o facto de hoje em dia ser tão fácil conhecer-se pessoas através da internet, o que faz com que os níveis de tolerância baixem drasticamente. Ainda que o seu primeiro encontro não tenha sido bem aquilo que esperava, talvez até não seja má ideia ponderar um segundo. As coisas nem sempre são o que parecem, e nunca se sabe se ao conceder segundas oportunidades não poderá vir a ter uma surpresa.

Aqui ficam algumas razões pelas quais não deverá descartar a possibilidade de um segundo encontro, só pelo primeiro não ter corrido da melhor forma possível:

Nervosismo

É importante levar em conta que, muitas vezes, as pessoas ficam nervosas em primeiros encontros. Crises de ansiedade durante estas situações não são, de todo, invulgares, e tendem a acontecer a uma boa percentagem da população. Isto pode contribuir para que o diálogo não flua tão naturalmente quanto se esperava e a interacção acabe por não ser tão satisfatória. Ao dar uma segunda oportunidade, conseguirá, talvez, ficar a conhecer melhor a outra pessoa, uma vez que é provável que tanto ela quanto você estejam mais relaxados.

Oportunidade de aprofundar conhecimento

Os primeiros encontros tendem a envolver muitas perguntas básicas que têm como objectivo conhecer o essencial sobre a pessoa. Este tipo de interacção por vezes pode tornar-se entediante e repetitiva, o que pode contribuir para a sensação de que o contacto com a outra pessoa não foi muito entusiasmante. Ao aceitar um segundo encontro terá a possibilidade de explorar outros temas mais interessantes e ir para além do essencial, o que pode contribuir para uma interacção muito mais agradável e memorável.

Conhecer um outro lado da pessoa

A postura e atitude das pessoas pode variar significativamente consoante a situação. Ao marcar um novo programa terá a oportunidade de ver a pessoa numa atmosfera diferente, o que poderá fazer com que ela lhe mostre algo que ainda não tenhas visto sobre si, e talvez possa vir a gostar.

A primeiro impressão nem sempre está certa

Ainda há muita gente que pensa que é vital que a primeira impressão seja muito boa. Muitas pessoas esperam sentir logo um nível elevado de atracção no primeiro encontro, e caso tal aconteça, concluem que não vale a pena conhecer mais nada sobre a pessoa. A realidade é que o nível de atracção entre duas pessoas pode ir crescendo gradualmente, e nem todos os amores acontecem à primeira vista. Vale também a pena considerar a possibilidade da outra pessoa não estar nos seus melhores dias. Dar-lhe uma segunda oportunidade ajudará a confirmar se a pessoa em questão é ou não aquilo que pensava, com base no primeiro encontro.






Ainda que os homens adorem gabar-se em relação à sua performance sexual, a realidade é que, de acordo com alguns estudos realizados, perto de 50% dos homens atinge o orgasmo em não mais do que 2 minutos. A ejaculação precoce é um problema bastante persistente na comunidade masculina e pode surgir como o resultado de uma enorme diversidade de desordens físicas e psicológicas. Felizmente, há algumas técnicas bastante simples que poderá experimentar, e que quase certamente o ajudarão a prolongar um pouco mais a relação sexual, permitindo-lhe assim dar mais prazer à sua parceira.

Masturbe-se antes

Uma excelente forma de garantir uma relação sexual mais longa é masturbar-se cerca de uma hora antes de estar com a sua parceira, o que ajudará a aliviar muita da tensão sexual. Homens que se masturbam antes de terem relações tendem a aguentar consideravelmente mais tempo do que aguentariam caso não o tivessem feito.

Utilize preservativos mais grossos

Preservativos com maior densidade ajudarão a reduzir a sensibilidade, retardando assim o orgasmo. Para quem não gosta de utilizar preservativos, esta ideia pode não ser muito bem recebida, mas a realidade é que resulta mesmo.

Pratique Yoga

Para além de ser uma prática que lhe trará imensos benefícios para a saúde geral do seu corpo, o yoga é conhecido por fortalecer os músculos do pavimento pélvico, o que contribuirá para um maior nível de controlo sobre os espasmos de orgasmos. Através da prática regular desta actividade terá assim a oportunidade de melhorar consideravelmente a sua performance sexual.

Treine o controlo do orgasmo

Esta é uma técnica que pode ser praticada, tanto sozinho, quanto com a sua parceira, e essencialmente consiste em interromper a estimulação durante cerca de um minuto sempre que sentir que está a chegar perto do orgasmo. Ao praticar esta técnica regularmente poderá vir a desenvolver um maior nível de auto-controlo sexual, atingindo assim a capacidade de aguentar mais tempo durante a relação.

Cremes

Existem cremes anestésicos que lhe permitem reduzir consideravelmente a sensibilidade peniana, ajudando assim a retardar o orgasmo. Costumam conter lidocaína ou prilocaína e tendem a apresentar um grau de eficácia bastante exemplar, pelo que, vale a pena ponderar esta opção, caso as restantes não funcionem e não queira para já recorrer a medicação.
Com tecnologia do Blogger.